s
arrumando...

viagem | Nova York

11 de janeiro de 2012

Em 2010 eu não fiz uma única viagem. Sabe o que é NENHUMA? Zero! E eu AMO viajar! Tenho ansiedade de conhecer 1000 lugares, sabe? O problema é que a gente (profissional liberal) que não tem carteira assinada e 30 dias de férias garantido, vai caindo de cabeça no trabalho e se deixar não fazemos nada além disso. Eu me dei conta disso no final de 2010. Então, lendo os blogs que eu acompanho no reader (sobre organização, viagens, fotografia) fui pensando no que eu queria para mim em 2011. O ítem número 1 era me programar e VIAJAR!

No blog da Adriana (que é uma ex-noiva nossa e viajante profissional, se ainda não tem o blog dela no reader, coloquem agora e já!) li algum post em que ela conta como organiza as viagens do ano todo. Ela explicou que procura fazer isso no começo do ano para analisar os feriados e possibilidades. Eu tive um estalo tipo Mas é óbvio! Porque não fiz isso antes? E nós que trabalhamos com casamento temos que fazer logo LOGUINHO em janeiro, para poder saber que meses vamos bloquear, ou que buracos temos na agenda para encaixar uma viagem. Por exemplo, o meu dia 9 de junho de 2012 ficou vago. Havia um casamento que não vai mais acontecer. Cancelamentos assim são raros, e como junho já é logo ali (difícil alguém solicitar a data estando tão perto) logo encaixei uma viagenzinha aproveitando que tem o feriado de Corpus Christi.

Bem… além dessa coisa de ir avaliando a agenda, as leituras nos blogs de organização me ajudaram ainda mais. Principalmente o blog da Rita, que me apresentou vários aplicativos que auxiliam nessa tarefa, como o Evernote, por exemplo. Para quem é viciado em listas como eu, indico de olhos fechados. Eu já tenho no Evernote as minhas listas de viagem de 2012 e 2013 (os destinos que desejo conhecer) e ali vou colando várias dicas, links e sugestões sobre os destinos. Faço cotações, coleto fotos e textos no google, anexo tudo ali no Evernote. Fica bem organizadinho. Em janeiro já pretendo ter tudo acertado quanto a 2012 e assim essa tarefa e programação “turística” já fica toda concluída quando inicio os casórios em fevereiro, podendo me concentrar mais para o trabalho.

Enfim… às vezes penso que beiro a patologia nessa coisa de organização e listas, mas graças a esse, digamos, “tique nervoso”, consigo otimizar o meu tempo. Me torno mais produtiva. E viajar me deixa mais motivada para o trabalho também. Quando a gente se desliga desse mundinho que é a nossa rotina, a cidade e seus barulhos macro urbanos, a correria e compromissos domésticos, depois volta tão mais revigorado. E assim, somando com as listas de tarefas e objetivos, consigo ter mais tempo para mim, para a minha família, para as minhas noivas e para os meus prazeres (como viajar).

Me senti renovada quando cheguei de NY naquele clima de fim de ano, de reflexão… traçando novas metas, vendo o que errei, o que acertei… Consegui encaixar 3 viagens a 3 países diferentes, no meio de um ano em que tive obra no escritório, emergências (de saúde) na família, o MEU CASAMENTO…. Terminei o ano mega feliz e satisfeita com tudo o que aconteceu quase como um furacão. Tudo tão intenso e rico em mil sentimentos maravilhosos. Antes era difícil organizar uma viagem só no ano, eu sofriiiiiia, e agora aprendi como aproveitar todas as possibilidades. É bom quando a gente consegue fazer tudo aquilo que traz paz, prazer e felicidade.

Eu queria muito conhecer Nova York, fazer as comprinhas de fim de ano, ver a decoração de natal (que eu aaaaaaaamo) e ver a árvore do Rockfeller. A PRIMEIRA coisa que eu fiz foi isso. Fui ver a famosa árvore de natal de Rockfeller Center. Já era noite, chovia… era nosso primeiro dia em NY e fomos andando mesmo, porque sabíamos que era próximo e estávamos sem paciência para conhecer o metrô naquele momento.

Ai que linda que é a árvore!!! E as vitrines das lojas pelo caminho? Fico louca! Adoro! 🙂


 

Só no dia seguinte fomos então conhecer o metrô e explorar melhor a cidade. Gente, dá vontade de chorar quando a gente conhece o metrô desses lugares, não? Paris, Londres, Nova York… caramba, o metrô leva a gente pra TOOOOOODO lugar! É maravilhoso. Compramos aquele bilhete ilimitado de uma semana e pronto. Fizemos tudo de metrô. O primeiro museu que fomos foi o de História Natural. Lindo! Mas cansativo. Meu marido adora. Ficamos quase 8 horas lá dentro porque ele pára em tudo, lê tudo… até os bichos (que vimos ao vivo na Africa) ele ficava analisando e lendo. 😀 Destaque para a parte em que fala dos países e continentes: sobre o Brasil falam só dos índios.















 

E partimos para o alto!





 

Nós compramos o ticket que vai até o topo do topo do Empire State. Então quando você já está lá no topo pega um elevadorzinho mais sinistrinho para subir mais. Pensei na mamãe na hora. DUVIDEODÓ que ela fosse subir ali. 🙂





 

No Empire, fomos a noite, e no Rockfeller fomos durante o dia. Minha outra ex-noiva maravilhosa, a Alice (que mora lá em NY) deu essa dica pra gente. Disse que é legal ir ao Rockfeller de dia, para ver todo o Central Park e também o próprio Empire. E além disso, o Empire fecha meia-noite e era do ladinho do nosso hotel. Era o tipo de programa que poderíamos deixar para bem tarde. E do Rockefeller fomos até a Times Square. Almoçamos no Planet Hollywood (adorei!) e compramos ingressos para o Homem-Aranha na Broadway. Ai gente, NY é uma delicia!




 

O elevador do Rockfeller apagas as luzes quando começa a subir e acende as luzes no caminho do elevador até o alto, com o teto em vidro transparente passando uma projeção e iluminando o percurso. (pensei na mamãe de novo, ela ia enfartar!) 🙂















 

Sabe que não tivemos vontade de ir até a Estátua da Liberdade? Várias pessoas disseram que é sem graça. Tivemos uma certa preguiça. Preferimos aproveitar indo ao Soho, ao Village, caminhar sem rumo… Adoro isso! O Washington Square é uma delicia! Ficamos ali um tempinho curtindo o solzinho de inverno, namorando, ouvindo música (havia um pianista no meio da praça, como ele levou o piano, eu não sei). Tinha um parquinho para cães ali também muito fofo. Invejei os novaiorquinos demais! Queria uma praça igualzinha aqui em Niterói.



















 

Agora, se tem um lugar FORTE é o Memorial 9/11. Não poderia deixar de ser um clima pesado, um SILENCIO… eu fiquei parada ali olhando aquele memorial (muito bonito, aliás) e me deu uma tristeza. Uma coisa estranha. Uma dor. Um medo. Medo por constatar tão de perto o que o homem é capaz de fazer no mundo. Será que vai acontecer de novo? Medo.








 

E a volta foi tão corrida caindo logo nos preparativos de Natal e Reveillon que eu mal pude ainda transferir as fotos da câmera profissional que eu usei no Central Park. Fomos com Alice e Vinicius (meu ex-casal de noivos) e fizemos um ensaio lá. Nos divertimos muito e depois almoçamos num lugar maravilhoso chamado Boathouse. GENTEEEE, parada obrigatória!

Só tenho algumas fotinhos do Central Park porque as outras que eu fiz com a Nikon (e o ensaio) ainda não separei. Depois eu mostro aqui para vocês.



 

Ahhh e teve o MoMA. Só fomos em dois museus em NY. Ando meio cansada de Museu, sabe? Não queria perder muito tempo com isso. Mas sempre rola aquele medo de arrependimento. E sempre ouvimos dizer que temos que ir no Museu x, y e z. Bem…. o MoMA foi meio decepcionante. Eu sou do tipo que olha um quadro todo branco na parede do museu e NÃO ACEITO que seja significativamente importante para estar num museu, sabe como? Então… lá tem muito disso. Curti a parte de fotografia e design. Só.



















 

Esse post não está bem numa ordem cronológica, é bem um resumo do resumo de quase 10 dias de NY. Nos últimos diazinhos foi um pulinho na Apple, um pulinho na Tiffanys (lindo lindo de morrer, 6 andares de brilhantes!), uma última visitinha na Macys, na HM, na MAC para um último batonzinho que faltou…. :-))))  e zéfini. Que triste! Ficaria mais uma semana tranquilinha. Queremos ir no verão porque muitos passeios românticos deixamos de fazer por conta do frio. A máxima que pegamos foi 11 graus e a mínima -3 graus. Brrr.

Dica de comidinha italiana gostosa e MUITO barata, um restaurante que fazia entrega no nosso hotel, Bella Napoli. O chef era brasileiro, ficou conversando com a gente um tempão. Fomos lá algumas vezes para almoçar ou jantar e sempre pedíamos um vinho californiano, delicioso e super barato. De entrada sempre pedíamos o pão de alho. Nossa, o melhor pão de alho de todo o mundo!!! Hummmm







 

Algumas fotos de iphone







 

Beijos e até a próxima viagem!
No próximo post, um ensaio. 🙂

♥ Fabi

Comente com Facebook

Comentários

    8 comentários

  • Aline Machado 11 de janeiro de 2012
    Reply

    Ai, que delícia…saudades de NY! Espero que tenha aproveitado as dicas 🙂 beijo e saudades!!

  • Bete Wanis 11 de janeiro de 2012
    Reply

    Sensacional, Fabricia!
    Gostei de tudo: das fotos, da sua descrição e das dicas!
    Eu ADORO NY! E curti demais seu post!!!
    :))

  • Natália 11 de janeiro de 2012
    Reply

    OMG!!!!!!!!!
    FATO onde será minha próxima viagem a ser programada, neh!!!
    Hehehehe…
    Saudades..

    Beijos lindona!

  • Luciana R. 12 de janeiro de 2012
    Reply

    SHOW!!!

  • Liliane Santos 12 de janeiro de 2012
    Reply

    Lindissimas fotos!! adorei tudo vendo deste angulo exclusivo, as suas lentes.

  • Juliana Caldeira 23 de janeiro de 2012
    Reply

    Amei. Sabe estou para ir a NY em março e adorei o seu olhar da viagem…eu sempre digo lá em casa, que férias só viajando, nem que seja para a esquina, porque se não for assim, vc não se afasta nem em mente e nem em corpo do trabalho e todo mundo precisar zerar o HD de vez enquando…rs! Bjs parabéns!

  • Ana Telma 25 de janeiro de 2012
    Reply

    Taaaaanto tempo que não venho aqui no seu blog!!!! Hoje vi umas fotos suas no google quando estava procurando informações sobre a Sylvinha Freire e senti saudade de ver suas fotos lindas de noivas. 🙂 E hoje vi você publicando sobre NY e organização e vim conferir as fotos!!! Fui pra NY em outubro e quero voltar pra lá to-do-di-a. É sério! Costumo dizer que lá é o parque de diversão dos adultos… rs Morri de rir porque acho que eu tirei EXATAMENTE as mesmas fotos que você no MoMa hauahauhauhauh Uma das minhas metas para 2012 é vir aqui no seu blog mais vezes e dizer o quanto admiro o seu trabalho. Um beijão!!!

  • Toque Speciella 5 de fevereiro de 2012
    Reply

    Lindas fotos!

  • Deixe um comentário

Fale comigo no whatsapp!